Tragédia em Santa Maria choca internautas e é destaque mundial

O incêndio em uma casa noturna, que deixou pelo menos 245 pessoas mortas na cidade de Santa Maria (RS) na madrugada deste domingo, deixou consternados internautas de todo o País, que repercutiram pelas redes sociais a tragédia.

Está em Santa Maria? Envie fotos, vídeos e relatos da tragédia
Incêndio em boate deixa 245 mortos em Santa Maria

“Meus sinceros sentimentos aos familiares das vítimas do incêndio em Santa Maria (RS). Fiquei chocada!!”, escreveu a cantora Preta Gil no Twitter. No microblog, o nome da cidade figurava entre os assuntos mais citados do mundo pela manhã em razão o incêndio. “Que tristeza, Santa Maria”, lamentou o músico gaúcho Humberto Gessinger.

 

Os internautas aproveitaram as redes sociais para mandar mensagens de apoio e conforto aos familiares. “Só o que nos resta agora é orar para que Deus conforte o coração dos familiares das vítimas da tragédia em Santa Maria-RS... Que tragédia!”, escreveu @carlosquartezan. “Estou em choque com a tragédia em Santa Maria-RS. Não consigo dimensionar a dor das famílias. Mais de 180 mortos”, postou @Lusandro91.

Incêndio em casa noturna
Um incêndio de grandes proporções deixou ao menos 245 mortos na madrugada deste domingo em Santa Maria (RS). O incidente, que começou por volta das 2h30, ocorreu na Boate Kiss, na rua dos Andradas, no centro da cidade. O Corpo de Bombeiros acredita que o fogo começou com um sinalizador lançado por um integrante da banda que fazia show na festa universitária.

Segundo um segurança que trabalhava no local, muitas pessoas foram pisoteadas. "Na hora que o fogo começou foi um desespero para tentar sair pela única porta de entrada e saída da boate e muita gente foi pisoteada. Todos quiseram sair ao mesmo tempo e muita gente morreu tentando sair", contou. O local foi interditado e os corpos foram levados ao Centro Desportivo Municipal, onde centenas de pessoas se reuniam em busca de informações.

A prefeitura da cidade decretou luto oficial de 30 dias e anunciou a contratação imediata de psicólogos e psiquiatras para acompanhar as famílias das vítimas. A presidente Dilma Rousseff interrompeu viagem oficial que fazia ao Chile para viajar a Santa Maria.